segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Despertar

Quando o dia se vai esvaindo e a luz do sol vai sendo substituindo pela escuridão da noite, tudo o  que se viveu, ao longo do dia, parece ficar mais pesado. Os conflitos, os problemas, as mágoas parecem aumentar de modo proporcional ao avanço das trevas. Assim que se deita a cabeça na almofada, o peso acentua-se de tal maneira que. muitas vezes não nos deixa adormecer. Quantos vezes se arranjam estratagemas para adiar a hora de deitar porque a essa hora todos os fantasmas do dia regressam para nos atormentar. E assim  aparece sempre mais qualquer coisa para fazer para deitar, apagar a luz e adormecer. O final do dia é como uma porta que se fecha e nos encerra, sozinhos, com os nossos receios e dramas.




Por isso é que eu prefiro o amanhecer. Quando a luz da manhã começa a entrar pelas frestas da janela arrasta consigo os momentos mais negros. Quanto mais aumenta o brilho do sol, mais insignificantes parecem os problemas que se agigantaram no dia anterior. Os raios de sol fazem renascer a esperança de um dia melhor e mais feliz que o anterior. A própria natureza se renova a cada manhã. Ao despertar, recomeço com esperança. Para mim um novo dia é mais uma oportunidade para ser feliz.

Reflexão subordinada ao tema Recomeços para a Fábrica de Letras


5 comentários:

belle du jour disse...

Giveaway Chanel! Participa!

http://belledujourlisboa.blogspot.pt/2012/08/giveawaychanel-6-meses.html

Obrigado!

Poppy disse...

Uma refelxão bastante interessante acerca do recomeçar. As manhãs são recomeços, recomeços de um novo dia*

Briseis disse...

Tive uma sensação de déjá vu ao ler o teu texto... já escrevi algumas vezes sobre o fenómeno de a escuridão aumentar o nosso medo e revi-me mesmo em algumas palavras que usaste... O meu egocentrismo fala alto e eu digo: gostei... =)

Eduardina disse...

A manhã traz a esperança em dias melhores, é certo.Gostei.

Helena disse...

Gostei deste despertar :)

Também poderá gostar de

Related Posts with Thumbnails